A REGRA DOS TRÊS TOQUES

RECOMENDAÇÕES AOS BOTONISTAS

por JOSÉ RICARDO CALDAS E ALMEIDA

Botonista de Brasilia-DF

RECOMENDAÇÕES AOS ÁRBITROS 

 

O problema de árbitros para as partidas de futebol de mesa é geral para todas as regras e para todo o Brasil. Ninguém gosta de ser árbitro e isso por vários motivos entre os quais podemos citar: não há remuneração, é preferível fazer um amistoso ao invés de ser útil em outro jogo, medo de errar e arrumar confusão ou inimizade e outros tantos mais.

 

Com muita dificuldade, aplicação de normas punitivas ou incentivadoras, súplicas e coisas parecidas, eis que se consegue os árbitros para os jogos. Aí então surgem os problemas: o árbitro erra ou acham que ele errou ou que tenha errado de propósito, encrencas, discussões e aquilo tudo que estamos acostumados a ver nos torneios por esse Brasil afora, sem exceções.

 

O filósofo que disse "os árbitros foram inventados para ter em quem colocar a culpa dos erros do jogo", estava, em princípio, certo, pois é raro o jogo em que o árbitro não é acusado de "erros", mas que nem sempre são seus e sim dos próprios jogadores.

É certo que não somos os donos da verdade e que a maioria das encrencas, senão todas elas, ocorre por mera falta de educação e de desportividade. Não temos o dom de educar adultos e sequer acreditamos que devemos fazê-lo, mas vamos dar abaixo algumas regrinhas básicas que os bem intencionados podem usar e que, com elas, evitarão confusões desnecessárias:

 

01) Conheça a fundo as regras do jogo. Você, mais que ninguém, deve dominá-las perfeitamente;

 

02) Esteja sempre atento à partida, principalmente nos lances de chute a gol. Não desvie sua atenção do jogo por um mínimo que seja;

 

03) Em lances de chutes a gol, coloque-se sempre do lado contrário ao do atacante, mantendo a cabeça ao nível das traves e em posição que divise perfeitamente os vãos entre o goleiro e as balizas e por trás do botão que efetuará o chute. Evite até piscar. Acompanhe atentamente a trajetória de bola reboteada;

 

04) Em jogadas que exijam atenção dupla, como por exemplo num chute a gol, onde o botão atacante tenha pouco espaço de movimentação e possa fazer falta, peça o auxílio de pessoa, a seu ver competente, que esteja nas imediações, para acompanhar a trajetória do botão e verificar se houve nela alguma irregularidade. Acate o veredicto dessa pessoa sem nenhuma restrição;

 

05) Seja sempre cortês, mas mantenha-se ao mesmo tempo e acima de tudo firme e enérgico;

 

06) Nunca demonstre dúvida em lance, mesmo que a tenha. Opte rápido pelo que achar mais provável de ter acontecido, ou seja, por aquilo que sua intuição mais o levar. Determine rápida e firmemente sua decisão. O simples fato do árbitro falar firme e decidido, sem demonstrar dúvidas, tira todo o entusiasmo de qualquer reclamação mesmo que a decisão do árbitro não tenha sido a acertada;

 

07) Acolha sempre a opinião de um técnico que estiver abrindo mão de um lance que você lhe deu favorável e que ele tenha visto de outra maneira e em favor do adversário. Atitudes iguais a essa são típicas de perfeitos desportistas e elas nunca serão entendidas ou encontradas nos pseudos desportistas;

 

08) Puna sempre que isso se fizer necessário. Não se deixe envolver ou enganar pelos maus desportistas e pelos "fazedores de cera";

 

09) Atue sempre com imparcialidade e nunca beneficie o infrator. Lembre-se que compensar um erro com outro anterior é errar duas vezes;

 

10) Não coloque suas mãos sobre a mesa de jogo em nenhuma hipótese. Não permita também que o técnico que não esteja com a posse de bola o faça, pois isso tira a segurança do adversário.

 

 

RECOMENDAÇÕES AOS TÉCNICOS 

 

01) Conheça a fundo as regras de jogo. Só assim você terá um bom desempenho e não criará problemas no transcorrer de uma partida;

 

02) Seja sempre cortês e bom desportista. É preferível perder de pé e com a cabeça erguida do que ganhar tendo no seu próprio íntimo a certeza do desmerecimento;

 

03) Seja digno, honrado e honesto, pois a dignidade, a honra e a honestidade são os títulos mais valiosos e valem mais do que qualquer troféu do mundo;

 

04) Abdique-se de um lance que o árbitro lhe der favorável por engano, se você assim o perceber;

 

05) Vença também com dignidade, não desmerecendo seu adversário ou alardeando aos quatro ventos sua vitória, pois amanhã você poderá ser o derrotado;

 

06) Nunca reclame de decisões do árbitro;

 

07) Não use meios ilícitos para chegar a uma vitória e nem para impedir que o adversário a consiga. Jogue limpo para que você possa ter orgulho de sua conquista;

 

08) Lembre-se que a educação cabe em qualquer lugar. Também cabe numa mesa de jogo;

 

09) Aceite com desportividade qualquer das três alternativas que o resultado lhe apresentar: vitória, empate ou derrota;

 

10) Faça do esporte um meio de formar amigos. Adversário, esportivamente falando, não significa inimigo. Técnica é a execução dos elementos fundamentais do jogo, isto é, de todas as habilidades de que o praticante precisa para se tornar um bom jogador de futebol de mesa.

correio2.png

Estamos na AV. AMAZONAS 4600/SOBRELOJA,

Bairro Nova Suissa, BH/MG

Dias de Jogos: 3as das 18h30 às 22h00 e Sábados das 13h00 às 18h00

#vemserfeliznoliberdade

topo2.png
whatsapp.png